.

sábado, 22 de maio de 2010

Ebó para abrir caminho II

Ebó para Ògún Para abrir caminhos, trazer dinheiro, prosperidade
1 inhame assado, 1 alguidar médio, 21 moedas correntes, 21 taliscas de mariô (folha de palmeira), 1 acaçá branco (bolinho de milho branco misturado com água, envolto em folha de bananeira), 1 acaçá vermelho (igual a acaçá branco, porém com farinha de milho amarela), azeite de dendê e mel.
Como Preparar: Asse o inhame na brasa. Se necessário, raspe um pouco para eliminar o excesso de negrume. Colocar dentro do alguidar. Vá enterrando os talos de mariô e chamando por Ogum, Faça o mesmo com as moedas. Coloque os acaçás, um em cada ponta do inhame. Regue com um pouco de dendê e mel, 1 pitada de sal. Acenda uma vela e faça os seus pedidos a Ogum. Deve-se colocar no muro, ao lado do portão, ou no chão, na entrada do portão. Se você morar num apartamento, coloque dentro da sua casa, atrás da porta de entrada. Deixe 7 dias e após, despachar aos pés de uma árvore frondosa.

EBÓ PARA ABRIR CAMINHOS (para Bará):

Faça uma bandeja com milho torra do claro com pipoca a volta, uma chave de batata inglesa no centro, Leve a um cruzeiro e ilumine com sete velas vermelhas,em baixo da chave coloque seus pedidos.


Ebó para abertura de caminhos.

Material:

7 punhados de milho vermelho torrado
7 moedas correntes
7 acaçás vermelhos (de fubá) enrolado na folha de mamona
2 velas brancas comuns

Modo de fazer:


Em uma encruzilhada aberta acender as 2 velas, uma em cada canto, uma para Ogum e outra para Exú
e no meio da encruzilhada passar a oferenda no corpo, começando pelo milho; depois passe os acaçás em seguida as moedas.
Ao chegar em casa tome um banho de abre caminho verde e bem macerado
e coloque roupas claras e limpas num dia de 3º feira de lua positiva


EBO DE Exú PARA ABRIR CAMINHOS E TIRAR TODA NEGATIVIDADE.

4 Pades, Oti, Omi, Epo, Wewim, enrolados em folhas de làrá pupa.
7 akasas com epô.
7 punhados de duburu.
7Ovos.
7 bolas de farinha de mandioca de mesa.
7 pregos.
7 Velas brancas.
1 Garrafa de Oti.
Morim preto e vermlho
Alguidar numero 1 ou 2.

Passar todos os ingredientes no corpo e ir colocando no aguidar.
Por último os morim, fazer uma trouxa com os morim e despachar em boca de mata ou encruzilhada de Exu.
Abrir o morim arrumar o alguidar, derramar o oti em forma de círculo e colocar o restante junto do aguidar, e acender as 7 velas ao redor.
Pedir para que Exù, quebre tudo o que tiver de ruim, e para que ele abra os caminhos.

EBÓ PARA ABERTURA DE CAMINHO OFERECIDO A OGUN

½ kg de cada tipo de miúdo de boi;
1 inhame bem grande;
1 alguidar grande;
21 palitos.

Cozinhe os miúdos e o inhame (com casca) separadamente. No alguidar, coloque os miúdos e o inhame, cravejado de palitos em cima.

Leve essa oferenda numa trilha de mata e peça para Ogun abrir seus caminhos, trazendo fortuna e prosperidade

PÓ DE EXÚ PARA ABRIR CAMINHO.

Raspa de um assentamento de Exú;
Pó de sete búzios triturado;
Pemba preta, cinza e vermelha;
Cinza de fogueira;
Folha de manzá;
Folha de coroa de Cristo;
Areia de praia;
1 cabaça média.

Triturar todos os ingrediente, utilizando um pilão, colocar dentro de uma cabaça pequena. colocar a cabaça no quintal de sua casa, onde tenha terra, coloque essa cabaça em cima de três cédulas de dinheiro corrente, pedindo a Exú que abra os seus caminhos e não permita que você passe por necessidades. Deixe no tempo durante 7 dias, num lugar onde ninguém mexa. Ao final desse tempo, coloque um pouco desse pó sobre cada nota do dinheiro, dobrando-as e colocando-as em sua carteira, soprar este pó, em frente ao seu comércio ou na frente da empresa que você trabalhe.
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!