.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Ebó para Pomba Gira Sete Saias do Cabaré

Fonte
http://pombagirasetesaiasdocabare.blogspot.com
1 alguidar número 3
7 ovos cozidos e sem as cascas e inteiros
7 maçãs vermelhas com as cascas e inteiras
7 pimentas dedo de moça
7 rosas vermelhas sem os espinhos
mel
1 garrafa de champagne vermelha
7 cigarrilhas
7 velas vermelhas

Lavar o alguidar e arrumar de modo bonito todos os ingredientes e regar com mel.
Acender as cigarrilhas
Acender as velas
Abrir a bebida e rodear o ebó
Pedir amor.
Numa encruzilhada de Pomba Gira ou Terreiro ou numa campina florida.
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!