.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Cigana Samara


 Samara é uma cigana ruiva, que faz jus a sua beleza flamejante por somente praticar magias com o Elemento Fogo e seus elementais: As Salamandras.


Para Samara o Fogo é sagrado, tal como o Sol que aquece a Terra. Através de velas, de fogueiras ou mesmo da brasa ardente que está sob seu domínio, esta cigana transmuta energias, concede força e luminosidade para aqueles que se dignam a trabalhar com ela ou precisam de seu auxílio. Portanto, quando o assunto que Samara vai intervir refere-se ao Calor e a Luz (ímpeto, criação, sexualidade, vivacidade, iniciativa, intuição entre outros), ela o faz com louvor.

É uma cigana simples, sem muitas exigências, porém enigmática. Pela idade com que passou para o plano astral é considerada bastante sábia, uma cigana com muita luz interior. Em suas combustões se vale de folhas, flores e frutos. Dificilmente usa oráculos para aconselhar alguém, posto encontrar as respostas que precisa nas chamas e labaredas. Trabalha com velas vermelhas, laranjas e amarelas. Gosta de mantas e saias feitas com retalhos coloridos, adornos dourados e acobreados, e perfume com essência de almíscar.

Para chamá-la basta que se acenda uma vela vermelha, faça-lhe uma oração e deixe um incenso queimando até sua calorosa chegada.

Fonte Losciganos
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!