.

domingo, 2 de maio de 2010

Ebó de misericórdia

MISERICÓRDIA PARA PESSOAS GRAVEMENTE ENFERMAS OU DESENGANADAS (OXALÁ)
EBÓ PEDINDO SAÚDE
EBÓ
2 tigelas brancas grandes;
2 kg de canjica;
3 velas de sete dias;
1 traje completo da pessoas enferma (camisa, calça, roupas íntimas,
meias, lenço ou boné);
1 lençol branco.

Cozinhe a canjica até amolecer, colocando um pouco de mel e uma pitada de sal na
água. Depois de coada e fria, coloque a canjica nas duas tigelas.

Faça com que o doente use a roupa durante um dia inteiro. Monte, no chão, uma
espécie de boneco, colocando, na ordem, o boné ou lenço, a camisa, a calça, as
roupas íntimas embaixo e as meias (escolha um local onde ninguém tenha acesso).
Coloque uma das canjicas perto do boné (cabeça) e a outra perto das meias (pés).

Acenda a primeira vela perto da roupa, pedindo a misericórdia de Oxalá para essa
pessoa (pronuncie o nome dela em voz alta). Deixe as roupas e a canjica
descansarem por sete dias (ninguém pode tocar).

Ao final dos sete dias, as canjicas devem ser oferecidas a Oxalá embaixo de uma
árvore frondosa (não pode ser árvore com espinhos ou seringueiras, que pertencem
ao orixá Exú), após as dezoito horas.

As roupas devem ser usadas pelo doente por mais um dia.

As outras duas velas devem ser acesas, uma após a outra, em substituição à que
se apagou. Faça muitos pedidos de misericórdia ao Orixá Oxalá.

Obs.: Qualquer pessoa pode preparar esse ebó.
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!