.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Exú Capa Preta

O Exu Capa Preta É considerado um espírito velhíssimo e versado em magia negra. É um Exu de encruzilhadas e cemitérios. Seus Ipadês incluem carne de porco, farofa e bebidas destiladas e é capaz de solucionar qualquer problema. É chamado de "faca de dois gumes" porque, não raro, volta-se contra aqueles que solicitam seus serviços, caso os mesmos sejam devedores e peçam o mal.
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!