.

sábado, 14 de agosto de 2010

Pomba Gira e sua ajuda

As Pombas Giras podem ajudar em muitos casos, de acordo com o merecimento e o tempo de cada um dos envolvidos na situação.

Pomba gira é vista como um Exú feminino, um mensageiro entre este mundo e o mundo espiritual, um espírito,( que nas religiões Abraamicas do deserto seria certamente visto como um anjo), de forte e vincada personalidade.
Ela costuma ser invocada para trabalhos de magia sexual, amarração, separar ou unir casais, etc.
Uma função das pombas-giras, está relacionada à sensualidade. Elas frenam os desvios sexuais dos seres humanos, direcionam as energias sexuais para a construção e evitam as destruições.


Afirma-se na teologia Umbanda e Kimbanda que Pomba-Gira, ( o conceito que serve para distinguir toda uma linhagem de espíritos femininos ), constitui na verdade uma enorme legião subdividida em ramos distintos:

Existem pombas giras ligadas ás encruzilhadas, ( Pomba Gira das 7 encruzilhadas), bem como pombas giras ligadas a locais ermos, ( Pomba Gira Maria Mulambo ), como pombas giras relacionadas com ciganas, ( pomba gira Cigana), como pombas giras afectas aos cemitérios, ( pomba gira Calunga)

No decorrer de um processo espiritual milhares de pessoas já afirmaram ter visto os seus desejos concretizados através deste tipo de entidade, ao passo que outras viram todo o tipo de alterações milagrosas suceder na sua vida.

As oferendas realizadas a pomba gira, são: charutos, bebidas fortes, cigarros de boa qualidade, flores vermelhas, espelhos, jóias bonitas e brilhantes, licores, bijutarias, perfumes e tudo aquilo que um espírito feminino adora.

Os locais de oferenda, variam consoante a natureza da pomba gira em questão ...
Sou uma rosa, sou um perfume, sou a mais bela de qualquer jardim, ouço lamentos, ouço queixumes, não há mulher que não venha até mim. Sei seduzir, me deixo seguir, a palavra dificil para mim não existe, de preto e vermelho, ou sem me vestir, homem algum a mim me resiste. Bebo champanhe, fumo cigarro, digo mil coisas sem nunca falar, sei ler na mão, jogo o baralho, a mim só me engana quem eu deixar. Se alguém precise e me queira encontrar, siga o perfume em noite de luar, diga meu nome sem se enganar, sou Pombagira, a rua é meu lar. Autor: Paulo Lourenço

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ

POMBAGIRA SETE SAIAS DO CABARÉ
SALVE SETE SAIAS DO CABARÉ!
DONA SETE SAIAS, É MOJUBÁ!